TIPOS DE CADEIRAS PARA ESCRITÓRIOS E EMPRESAS: Um guia completo para ajudar nas suas escolhas

Você sabia que certos modelos de cadeira não são recomendados para desempenho de determinadas atividades? Fique atento, pois uma escolha errada pode afetar sua saúde.

Ao chegarmos a uma loja de móveis, encontramos inúmeros tipos e modelos de cadeiras. O vendedor deve nos orientar para as melhores opções, mas é importante saber as particularidades e benefícios de cada tipo de assento que temos no mercado.

A cadeira ideal deve ser determinada de acordo com as suas necessidades de tempo de uso, função desempenhada, mobilidade e espaço disponível.

Ergonomia: o fator determinante e essencial

O conforto e o bem-estar no ambiente de trabalho influenciam diretamente na produtividade e satisfação dos colaboradores. Atividades trabalhistas que são desenvolvidas em posição sentada por longos períodos demandam uma cadeira confortável e ergonômica, que tenha as configurações básicas que exigidas pela Norma Regulamentadora 17 da Constituição Legalista Trabalhista (CLT).

Uma cadeira inadequada pode prejudicar sua saúde a curto e longo prazo, causando danos a sua coluna e até mesmo outras partes do corpo – muitas vezes de maneira irreversível ou com tratamentos longos e custosos.

Confira abaixo as especificações e exemplos dos tipos de cadeira adequados para cada desempenho, para nunca mais errar na escolha e sempre favorecer a sua saúde.

Cadeiras fixas

Este tipo de cadeira é caracterizado pela configuração dos pés fixos, sem base giratória. Dentro dessa ampla classificação, temos os mais variados modelos e opções, tais como: diferentes materiais (aço, plástico), com ou sem tecidos acolchoados, com 4 pés, com pés contínuos, com ou sem braços, entre outros.

Cadeiras fixas não são recomendadas para atividades desenvolvidas em longos períodos, pois não proporcionam a mobilidade e conforto adequados para o nosso corpo ao longo do dia. Além disso, não conseguem atender a uma das exigências mínimas da NR-17, que define como obrigatória a altura regulável do assento.

Nesse sentido, suas mais diversas configurações podem ser adequadas para diversas ocasiões:

Cadeiras fixas rígidas

Modelos minimalistas, as cadeiras fixas rígidas (sem acolchoado), com ou sem braços, são indicadas para atividades muito breves, como salas de espera, salas de reunião, atendimentos de clientes em mesas, salas de treinamento, recepções e auditórios.

(Foto: Cavaletti, modelo Joy)

Cadeiras fixas acolchoadas

As cadeiras fixas acolchoadas, com ou sem braços, proporcionam aconchego maior em relação às rígidas. Sendo assim, seus usos são semelhantes aos das rígidas, mas possibilitam que o usuário se sinta mais confortável por mais tempo.

Por isso, são altamente adequadas a lugares que costumam ter longas esperas, reuniões prolongadas e atendimentos de clientes em mesa que costumem ser mais demorados, por exemplo. 

(Foto: Cavaletti, modelo Duo)

Cadeiras giratórias

As cadeiras giratórias são amplamente utilizadas no meio corporativo, sendo encontradas nas mais diversas configurações e especificações. As bases com rodízios auxiliam na mobilidade ao longo do dia, diminuindo os esforços das pernas para deslocamento – que podem ser prejudiciais a longo prazo e em movimentos repetitivos, se executados com força desnecessária.

Devido a essa mobilidade, cadeiras giratórias demandam espaços suficientemente amplos para permitir o deslocamento de maneira prática e confortável – estimado em, pelo menos, 90cm entre a cadeira e qualquer aparato que esteja atrás dela, como parede ou armário. Isso é importante, inclusive, para a preservação da cadeira e do ambiente, pois esbarrá-la frequentemente pode danificar móveis, paredes e o próprio rodízio, diminuindo o a durabilidade do produto.

Contudo, fique atento: ter rodízios não implica, necessariamente, que aquele modelo de cadeira é totalmente adequado para a execução de atividades por longos períodos de tempo. Confira:

Cadeiras giratórias rígidas

Cadeiras giratórias confeccionadas em materiais como plástico e aço não são recomendadas para desempenho de atividades operacionais prolongadas, pois se tornam desconfortáveis com o passar das horas e não proporcionam uma diretriz obrigatória da NR-17: borda do assento arredondada. 

Dessa forma, seus usos recomendados são semelhantes aos das cadeiras fixas, tais como em salas de reunião, atendimento de clientes em mesa, salas de treinamento, espaços de convívio, entre outros.

(Fotos: Cavaletti, modelo Go)

Cadeiras giratórias estofadas

As cadeiras giratórias estofadas são confortáveis e altamente recomendadas para executar atividades trabalhistas de cargas horárias convencionais e atividades prolongadas em geral. Contudo, é necessário que o modelo atenda a todas as diretrizes ergonômicas da NR-17, que consistem em:

“• Altura [do assento] ajustável à estatura do trabalhador e à natureza da função exercida;
• Características de pouca ou nenhuma deformação da base do assento;
• Borda frontal [do assento] arredondada;
• Encosto com forma adaptada ao corpo para proteção da região lombar”.

(JUSTIÇA DO TRABALHO, Norma Regulamentadora 17)

Dessa forma, existem no mercado diversas opções de configurações, tecidos, design e tamanhos de cadeira. Certamente uma delas se adequará perfeitamente à sua necessidade. E fique atento: alguns setores possuem recomendações específicas para cadeiras e móveis – por exemplo, consultórios médicos e hospitais aceitam somente alguns revestimentos específicos para cadeiras, de acordo com norma específica.

(Foto: Cavaletti, modelo Start)

Cadeiras giratórias altamente ergonômicas

Para conforto e ergonomia ainda maiores, existem opções no mercado que vão além de somente diretrizes básicas de ergonomia. Essas cadeiras possuem configurações como apoio de cabeça, regulagem de altura do encosto, regulagem de profundidade de encosto e assento, regulagem de altura do braço, entre outras.

Esses modelos possuem o maior custo-benefício em termos de saúde e bem-estar, pois permitem um cotidiano altamente produtivo e desempenho de funções com maior conforto e satisfação. Além disso, também possuem design mais atrativo e elaborado, podendo trazer materiais diferenciados que também favorecem a ergonomia – tais como tela nos encostos, que se moldam à coluna e permitem melhor ajuste da temperatura do corpo ao longo do dia.

(Fotos: Cavaletti, modelos Leef e Vélo)

Sofás/Poltronas

Proporcionando maior conforto e acolhimento, poltronas e sofás são escolhas cada vez mais frequentes em ambientes corporativos, com a proposta de tornar os espaços mais receptivos e agradáveis.

São ideais para ambientes de descompressão, descanso e salas de espera, mas cuidado: embora sejam extremamente confortáveis, esse tipo de produto não é recomendado para desempenho de atividades de trabalho, pois não proporciona o necessário para uma boa postura e plena concentração, devido ao alto nível de relaxamento do corpo.

Uma tendência atual é criar cantos de descontração mesmo dentro dos ambientes de escritório, que permitem mobilidade e mudanças de postura e momentos de relaxamento saudáveis ao longo do dia.

(Fotos: Cavaletti, modelos Stretch e Spin)

Banquetas

Banquetas e bancos são recomendados somente para usos rápidos e práticos, como mesas de refeição, espaços de convívio e áreas de descontração. Seu uso se torna interessante, principalmente, quando o design do produto favorece o ambiente.

(Fotos: Cavaletti, modelos Spin e Go)

Cadeiras base-caixa

As cadeiras com base-caixa são destinadas especialmente para balcões de atendimento e móveis altos, proporcionando ergonomia ao colaborador mesmo que seus pés não toquem o chão. Para isso, é necessário que possua uma base com apoio específico, sendo que assento e encosto também devem seguir as normas convencionais da NR-17.

(Fotos: Cavaletti, modelos Idea e Aura – futuro lançamento 2020)

Longarinas

As longarinas otimizam espaço ao agrupar duas ou mais cadeiras em uma só estrutura, sendo muito utilizadas em recepções e salas de espera. Podem ter braços ou não, proporcionando praticidade aos ambientes.

(Fotos: Cavaletti, modelo Go)

Fique atento!

Não adianta uma cadeira possuir todas as regulagens recomendadas se o produto não for confiável. Cadeiras de má qualidade podem deformar com o tempo e prejudicar sua saúde e postura, além de gerar transtornos como peças defeituosas e quebradas.


Agora que você já conhece todos os modelos de cadeiras e suas especificidades, que tal renovar seu ambiente de trabalho com alta qualidade? Confira todos os nossos modelos clicando aqui ou entre em contato com nossas lojas:

Sanvel Móveis Poços de Caldas
Rua Paraíba, 812 – Centro
(35) 3715-7005

Sanvel Móveis Pouso Alegre
Av. Porfírio Ribeiro de Andrade, 60 – Fátima
(35) 3422-0006


Fonte:

JUSTIÇA DO TRABALHO. Norma regulamentadora 17. Disponível em: <http://bit.ly/sanvel-nr17>.
CAVALETTI S/A. Website Cavaletti. Disponível em: <http://bit.ly/site-cavaletti>.

Marcado com , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *